Pioneirismo em Sustentabilidade

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Matéria publicada no Peru Molhado sobre Eduardo nosso colaborador La Forêt

Corre Eduardo, senão o bicho pega!

20131211_115737Por Eva Lartigue

Eduardo Brito, 27 anos, veio de sua cidade natal, Rio Bonito, para Búzios em 92. Morador da Rasa, ele é um corredor de alto nível que compete em nível estadual e nacional. Em 2000 fez a sua primeira corrida, 17 km na Rasa, e até então não tinha treinador. Ele se apaixonou pelo esporte e o morador de Búzios, Amaury de Elano, começou a treiná-lo. Em 2001 começou a sua carreira de atleta e em 2003 entrou no nível profissional e ficou entre os 10 melhores do Brasil. Eduardo treinou 2 anos com Marcos Frost em Cabo Frio e em 2007 ficou em 9º lugar no ranking brasileiro no campeonato panamericano do Rio. Ficou mais algum tempo treinando em Cabo Frio e depois foi para Petrópolis, onde treinou com Frack Caldeira, um dos melhores atletas do Brasil. Entre 2003 e 2009, ele conquistou o título de tri-campeão dos 3 mil obstáculos no Rio onde o recorde estadual é dele, de 3 horas e 18 minutos. Sua última competição internacional foi em 2009 no Grande Prêmio do Atletismo, que aconteceu no Engenhão, onde ele ficou em 9º lugar na América Latina onde subiu para o 5º melhor do Brasil. Desde então, Eduardo tem feito apenas corridas de rua como o Cross Country, de nível nacional. Ele treina pela cidade de Búzios com metas profissionais, faz 130 km por semana, 25 km por dia com diferentes trajetos pela península. O corredor vive em uma realidade que é a da maior parte dos atletas de Búzios: ter que dividir seu dia entre treinos e trabalho, pois não tem apoio da prefeitura. Ele tem o apoio da Pousada La Plage, onde trabalha, que paga as inscrições e dá as folgas necessárias e também da Academia Workout, que contribui com bolsas para que o atleta possa usar principalmente as esteiras, onde ele corre para “relaxar” após competições ou em dias de chuva, quando não há possibilidade de treino no asfalto molhado.
Conciliar trabalho e treino é difícil, pois Eduardo precisa de 2 treinos por dia para diminuir o impacto no tênis e ter um bom desempenho nas competições. Para viver só do atletismo, ele precisaria de um grande investimento em que possa ter um contrato e a maioria dos esportes tem pouco apoio aqui em Búzios, e nós temos grandes competidores de diversos esportes que deveriam ser levados mais a sério.

Qual a mensagem que você gostaria de mandar para a Secretaria de Esportes e para o prefeito de Búzios?
Eles deveriam fazer para o ano que vem uma política melhor na área do esporte. Em Búzios tem grandes atletas, não só no atletismo, mas no jiu jitsu, boxe, judô, windsurf, surf e outros. Investindo nos melhores atletas da cidade, os jovens se sentiriam incentivados a entrar no esporte e sairiam do mundo da droga.

Eduardo está no atletismo há 11 anos e sonha com as Olimpíadas. Ele é detentor de vários títulos como a meia-maratona K21 de Arraial do Cabo que ele se consagrou em 2º lugar, a maratona de cross country XC Run Búzios 42km (bicampeão 2011 e 2013), o 2º lugar na Beach Run 10km de Cabo Frio e o 1º lugar na X-Terra 7K. Independentemente do dinheiro, de ganhar ou não, ele faz por amor ao esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor identifique-se, onde diz comentar como: escolha as opções, ou poste em Nome/URL. Não responderei perguntas anônimas. Obrigado.
Por favor identifiquese, donde dice comentar como:
elija una de las opciones, o poste en Nome/URL. No
contestare preguntas anonimas. Gracias